COVID-19

Atualização

Devido a novas atualizações, a Nova SBE ativou de imediato o seu Plano de Contingência COVID-19.
Leia as atualizações mais recentes aqui.

Informação geral para alunos e respetivas famílias, professores e funcionários

O COVID-19 é um corona vírus identificado pela primeira vez na China, em Janeiro de 2020.

  • O COVID-19 tem um período de incubação de 14 dias entre a contaminação da pessoa e o aparecimento dos sintomas;
  • Os sintomas principais da infeção por COVID-19 são tosse, febre e falta de ar;
  • Os sintomas são mais graves em pessoas idosas, com deficiência imunitária, ou que têm outras doenças crónicas tais como a diabetes, cancro ou doença pulmonar crónica;
  • Não há evidência de que as crianças sejam mais afetadas do que os adultos.
  • O COVID-19 transmite-se por contacto próximo e direto com uma pessoa infetada (menos de 2 metros; o risco aumenta com o tempo de contacto;
  • As secreções respiratórias, espalhadas pela tosse e pelo espirro são o veículo mais importante de transmissão do COVID-19;
  • A doença também pode ser transmitida através do toque de superfícies contaminadas com secreções dos doentes (puxadores, corrimãos, sanitários, apertos de mão, etc);
  • Não há evidencia clara de que as pessoas não infetadas possam transmitir a infeção.

Não existe neste momento qualquer vacina contra o COVID-19.

Todas as pessoas devem adotar as medidas gerais que se usam para reduzir a disseminação de doenças respiratórias virais:

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão:
    • Antes de sair de casa;
    • Ao chegar à NOVA
    • Depois de usar os sanitários
    • Depois dos intervalos
    • Antes de comer
    • Antes de deixar a NOVA
  • Usar desinfetante de mãos com 60% de álcool ou, se não houver água e sabão, especialmente depois de usar transportes públicos,
  • Cobrir a boca e nariz durante o espirro e a tosse, com um lenço descartável ou antebraço; descartar o lenço depois do espirro ou tosse;
  • Evitar esfregar os olhos, nariz e a boca sem ter as mãos lavadas;
  • Limpar e desinfetar frequentemente os objetos e as superfícies de maior contacto;
  • Evitar contacto próximo com pessoas que não se sintam bem;
  • Permanecer em casa em caso de qualquer mal-estar;
  • Se houver preocupação sobre o estado de saúde de um aluno ou colega, ligar para o Saúde24 (808 24 24 24)
  • Não se justifica o uso de máscaras para alunos, professores ou funcionários que não trabalhem nos serviços de saúde;

Doente com tosse, febre ou dificuldade respiratória com confirmação laboratorial de infeção por COVID-19.

Não há evidencia conclusiva de que existam portadores sãos, ou seja que não tenham sintomas e que estejam infetados pelo virus.

Doente com tosse, febre ou dificuldade respiratória que:

  • Tenha viajado para um país ou região sensível (categorias 1 ou 2, ver abaixo) nos 14 dias antes do início dos sintomas;
  • Tenha tido contacto confirmado ou provável com o COVID-19 nos 14 dias antes do início dos sintomas;
  • Seja profissional de saúde que tenha estado numa instituição de saúde onde são tratados os doentes com o COVID-19

Categoria 1:

  • Cidade de Wuhan, e Província de Hubei, na China
  • Cidades em quarentena na Lombardia e Veneto, na Itália;
  • As pessoas que tenham estado nestas regiões nos últimos 14 dias, deverão auto isolar-se, e não comparecer nas instalações da NOVA até passarem 14 dias desde o dia de chegada a Portugal;

Categoria 2: 

  • Ligar para Saúde 24 808 24 24 24;
  • Informar o gabinete do Dean;
  • Esperar ajuda;
  • Não sair para ir ao médico, centro de saúde ou farmácia;
  • Tentar isolar o doente numa sala arejada;
  • Manter 2 metros de distância das outras pessoas;
  • Evitar que toque noutras pessoas ou objetos;
  • Cobrir a boca com lenço descartável, colocar os lenços no bolso, para serem despejados mais tarde de forma adequada;
  • Quando não houver lenços descartáveis, tossir sobre o antebraço e não para o ar, ou para as mãos;
  • Em caso de necessidade, usar uma instalação sanitária separada (se houver).
  • Ligar para Saúde 24: 808 24 24 24;
  • Informar o gabinete do Dean;
  • Aguardar o resultado das análises relevantes;
  • Manter especial cuidado com a limpeza e tratamento dos lixos;
  • Reavaliar a situação, logo que cheguem os resultados das análises.

Consideram se contactos os alunos, professores ou funcionários que:

  • Tenham estado face a face, a menos de 2 metros, por mais de 15 minutos, ou tocado num doente;
  • Tenham estado a falar ou sujeitos à tosse de um doente;
  • Tenham tido que lavar ou limpar um doente;
  • Que pertençam a grupo de amigos próximos do doente
  • Que residam na mesma residência que o doente;

Deve pedir-se aos contactos que:

  • Fiquem isolados em casa, durante 14 dias depois do último contacto com o doente;
  • Fiquem atentos a sintomas ou mal-estar;
  • Meçam e registem regularmente a temperatura corporal;
  • Fiquem igualmente atentos para qualquer sintoma em familiares ou outras pessoas que estejam em convívio próximo;
  • Liguem para o Saúde24 se desenvolverem tosse, febre, ou falta de ar;
  • Se chamarem uma ambulância, avisem a equipa do INEM, dos Bombeiros ou CVP que contactaram com um doente COVOD-19;

Os familiares e amigos do doente que não tenham tido contacto estreitos com o mesmo não precisam de tomar precauções extraordinárias, a não ser que desenvolvam sintomas (tosse, febre ou falta de ar); nesse caso deverão ligar para o Saúde24 (808 24 24 24);

Os alunos, professores e funcionários que não tenham tido contacto próximo com o doente não precisam de tomar precauções extraordinárias, a não ser que desenvolvam sintomas (tosse, febre ou falta de ar); nesse caso, deverão ligar para o Saúde 24 (808 24 24 24).

Ligar para o Saúde 24 (808 24 24 24).

Se estiverem bem e sem sintomas, deverão:

  • Ficar isolados em casa, durante 14 dias depois da estadia na região sensível;
  • Ficar atentos a sintomas ou mal-estar;
  • Medir e registar regularmente a temperatura corporal;
  • Ficar igualmente atentos para qualquer sintoma e familiares ou outras pessoas que estejam em convívio próximo;
  • Ligar para o Saúde24 se desenvolverem tosse, febre, ou falta de ar, e
  • Se chamarem uma ambulância, deverão avisar a equipa do INEM, dos Bombeiros ou CVP que estiveram de viagem numa região sensível há menos de 14 dias.

Se estiverem bem, sem sintomas,

  • poderão continuar com as suas atividades de estudante ou profissionais;
  • poderão manter os seus relacionamentos familiares e pessoais;
  • as respetivas famílias poderão manter as suas atividades académicas normais;
  • não precisam de pedir análises virológicas;
  • ter sempre um telefone celular acessível, para o caso em que se sintam mal.

Se desenvolverem sintomas tais como tosse, febre ou falta de ar,

  • Ligar para Saúde 24 808 24 24 24 e pedir ajuda;
  • Esperar ajuda em casa;
  • Não sair para ir ao médico, centro de saúde ou farmácia;
  • Não sair para ir ao lugar de estudo ou trabalho;
  • Esperar numa sala arejada e separada;
  • Manter 2 metros de distância com outras pessoas;
  • Evitar o toque noutras pessoas ou objetos;
  • Cobrir a boca com lenço descartável, colocar os lenços no bolso, para serem despejados mais tarde, de forma adequada;
  • Se não tiver lenços descartáveis, tossir sobre o antebraço e não para o ar, ou para as mãos;
  • Se precisar de ir à casa de banho, usar uma instalação sanitária separada (se houver).
  • O risco de contágio é muito reduzido;
  • Não será necessário que o aluno, professor ou funcionário tome qualquer medida extraordinária, a não ser que tenha tido contacto com um caso confirmado;
  • Os alunos, professores e funcionários poderão continuar com as respetivas atividades educativas ou profissionais.

Contactos úteis

Pode encontrar os contactos da Nova SBE aqui.

COVID-19 360 by NOVA

Sobre nós