Programas

Mestrado em Gestão

Frequently Asked Questions

Tudo o que precisa de saber acerca dos mestrados na Nova SBE.

Critérios de admissão

Ambos têm o mesmo programa curricular. A diferença é que o mestrado internacional em gestão exige requisitos de admissão adicionais, nomeadamente experiência em mobilidade internacional e comprovativos de proficiência nível A2 numa segunda língua (além de inglês).

Os mestrados da Nova SBE aceitam candidatos de qualquer área. Os candidatos devem ter uma graduação equivalente à licenciatura.

A experiência profissional não é um requisito para ser admitido nos mestrados da Nova SBE. Os candidatos com mais de dois anos de experiência profissional deverão considerar candidatar-se a um MBA

Sim. Os alunos devem ter menos de 26 anos de idade.

Os nossos programas de mestrado são pré-experiência profissional e destinam-se a alunos com menos de dois anos de experiência profissional e com menos de 26 anos de idade. Isto significa que o programa é uma continuação da licenciatura, preparando os alunos para o mercado de trabalho com o apoio do gabinete de carreiras (Career Services), com turmas de alunos que têm uma média de idades que vai dos 21 aos 22 anos de idade.

O The Lisbon MBA, por sua vez, destina-se a profissionais com pelo menos três anos de experiência profissional (full-time). Os MBA são para profissionais graduados de qualquer área que pretendem aprofundar os seus conhecimentos em gestão.

Mais informação sobre o The Lisbon MBA

Processo de admissão

As candidaturas para os programas de mestrado decorrem normalmente entre fevereiro e maio, exceto para o Double Degree (fevereiro a março).

Se tem interesse em fazer um mestrado na Nova SBE, siga estes simples passos:

Preencha o formulário online.

Se necessário, será feita uma entrevista via Skype.

Irá receber uma resposta por e-mail dentro de seis semanas (no máximo) após o envio da candidatura.

Sim, será solicitada uma taxa de candidatura no valor de 51€.

Sim, será pedido que pague uma taxa de matrícula, não reembolsável, no valor de 1000€ para os mestrados em gestão, economia e finanças. A matrícula nos programas internacionais (Double Degree e CEMS MIM) são confirmadas depois do pagamento adicional de uma taxa no valor de 1500€, não reembolsável. Ambas as taxas são deduzidas do valor total da propina.

As propinas são cobradas em partes iguais, por semestre, exceto no primeiro, uma vez que a dedução da taxa de matrícula é logo feita. O primeiro pagamento é feito até dia 15 de julho de 2019. Os restantes dois pagamentos são feitos até dia 15 de fevereiro e dia 15 de setembro respetivamente.

Se ainda não completou a licenciatura precisa de apresentar o comprovativo oficial. No entanto, e caso seja aceite, terá de a entregar no gabinete de mestrados (Master's Office), no início do programa de mestrado.

Não temos uma nota mínima de admissão (GPA) e este não é o único critério de admissão. Fazemos uma análise completa de todas as candidaturas, nas quais a nota mínima de admissão é apenas um dos diversos critérios de avaliação do CV.

Sim, pode candidatar-se, mas terá que completar os estudos durante o primeiro semestre do mestrado.

Não, testes GMAT ou GRE não são necessários. No entanto, se realizou os testes pode incluir os resultados num documento adicional quando fizer a candidatura.

Sim, aos candidatos é exigido um certificado de proficiência em inglês, nível B2. São considerados válidos certificados em IELTS, TOEFL, Cambridge ou outros certificados válidos (não expirados) emitidos por fontes oficiais. Este requisito pode ser dispensado se parte significativa dos estudos de licenciatura foram realizados em inglês (será necessário apresentar comprovativo). Aos candidatos a CEMS MIM é exigido um nível de proficiência em inglês avançado. Consulte www.cems.org para obter mais detalhes.

A Nova SBE não aceita certificados de línguas online.

Os alunos que pretendam adiar ou desistir do programa de mestrado deverão enviar uma confirmação por e-mail para leadyourfuture@novasbe.pt até dia 29 de junho de 2019. Depois desta data, os alunos podem ser responsabilizados pelo pagamento de propinas e taxas associadas ao programa. Os alunos que adiarem o mestrado com bolsa de estudo irão perder a bolsa.

Tenha em consideração que os alunos que decidirem adiar a sua admissão estarão sujeitos a pagar as propinas em vigor no momento.

Todas as faturas são enviadas aos alunos, exceto se o aluno especificar que uma entidade diferente é responsável pelo pagamento das propinas, seja parte delas ou a totalidade. Por exemplo, um aluno pode ter conseguido um patrocínio ou bolsa de estudo de uma organização ou empresa específica. Neste caso, a escola terá de preparar as respetivas faturas de acordo. Os recibos para terceiros terão de ser comunicados para billing@novasbe.pt.

Não, transferências entre mestrados não são possíveis.

Idiomas

Sim, todos os mestrados da Nova SBE são lecionados em inglês, incluindo trabalhos realizados nas aulas, exames, materiais de apoio e work projects.

Não, a língua portuguesa não é a exigida para ser admitido.

Sim, a Nova SBE disponibiliza cursos básicos de português.

Candidatura online

Consulte as instruções para a candidatura online disponíveis na página do formulário. Se tiver dúvidas adicionais, contacte o gabinete de admissões (Admissions Office).

Faça apenas upload de um PDF por seção (máx. 1MB por ficheiro). Tenha em consideração que o formato ZIP não será aceite. O nome do ficheiro deverá ter, no máximo, 65 caracteres. Se o problema persistir, por favor contacte o gabinete de admissões (Admissions Office).

Não. Depois de ter submetido a sua candidatura não poderá fazer alterações, mas poderá aceder e verificar a candidatura submetida

CEMS MIM

Não, o CEMS MIM é um programa conjunto com um dos mestrados da Nova SBE.

Não, a candidatura ao programa de CEMS MIM é feita em simultâneo com a candidatura ao mestrado. Terá de enviar dois formulários: o formulário da Nova SBE e o formulário do CEMS MIM, disponível em cems.org/selection, na parte que diz “Portugal”. No entanto,  a candidatura para CEMS MIM só será avaliada depois de ser admitido no mestrado da Nova SBE ao qual se candidatou.

Para não nativos é exigida proficiência avançada em língua inglesa. Precisa também de um dos seguintes certificados:

TOEFL iBT classificação mínima –100
IELTS classificação mínima – 7,0
CPE classificação mínima C
CAE classificação mínima B
BEC Higher classificação mínima B
Ter sido aprovado num dos exames de inglês acreditado pelo CEMS
A-level GCSE emitido em Singapura
Graduação universitária lecionada por completo em inglês e validada pela Equipa CEMS.

Os alunos que iniciam o mestrado em fevereiro de um determinado ano só podem iniciar o CEMS MIM em setembro do ano seguinte, com um semestre de pausa, no qual poderão fazer, por exemplo, o estágio internacional.

Pode enviar um e-mail para a Equipa CEMS.

Mestrado Internacional em Gestão

Ambos têm o mesmo programa curricular. A diferença é que o mestrado internacional em gestão exige requisitos de admissão adicionais, nomeadamente experiência em mobilidade internacional e comprovativos de proficiência nível B2 numa segunda língua (além de inglês).

Poderá apresentar um certificado de idioma em que tenha anteriormente obtido o nível B1 ou superior.

A Nova SBE não aceita certificados de línguas online.

A Nova SBE não aceita certificados do Ensino Secundário. 

Não. No entanto, será necessário assinar uma declaração de honra bilingue.

Estágio com pelo menos dez semanas consecutivas num país que não o de origem do aluno.

Um programa de graduação realizado noutro país que não o de origem do candidato como, por exemplo, um estudante italiano com uma graduação de uma universidade alemã.

Percursos Internacionais

As candidaturas são feitas em simultâneo com a candidatura para o mestrado regular. Tenha em consideração que nessa fase só iremos perguntar se está interessado num dos percursos internacionais oferecidos. Depois de ser aceite serão realizados processos de seleção para intercâmbio, Double Degree ou CEMS MIM.

O Double Degree com Maastricht tem três semestres em vez dos habituais quatro.

O programa de intercâmbio decorre sempre no segundo semestre, quando as disciplinas optativas no estrangeiro podem ser feitas. A seleção e alocação são feitas em cada semestre. Todo o processo é gerido pelo gabinete de mestrados (Master's Office) depois de começarem as aulas.

Admissão na primavera

Não. Ambos têm o mesmo programa curricular. A diferença é que o mestrado internacional em gestão exige requisitos de admissão adicionais, nomeadamente experiência em mobilidade internacional e comprovativos de proficiência nível B2 numa segunda língua (além de inglês). Se for elegível para o mestrado internacional pode sempre fazer o programa de intercâmbio.

Não. Irá seguir a mesma sequência curricular e terá as mesmas oportunidades que os outros alunos.

Não. As disciplinas de preparação só estão disponíveis em agosto. Se a sua formação académica não está relacionada com estas áreas (economia, gestão e finanças) e acha que poderia beneficiar destas aulas de preparação então recomendamos que considere enviar a sua candidatura no outono em vez de tentar ser admitido na primavera.

Os percursos internacionais, como Double Degree e CEMS MIM, não estão disponíveis no processo de admissão que decorre na primavera devido a restrições de calendário. No entanto, poderá sempre candidatar-se a um programa de intercâmbio assim que completar os seus estudos. Lembre-se de que poderá candidatar-se ao CEMS MIM, em fevereiro, mas que só poderá iniciar o ano MIM em setembro do ano seguinte, o que o deixa com um semestre de pausa no qual poderá fazer o estágio internacional.

Não. As candidaturas a stream ocorrem em maio. O programa está estruturado para ter início no outono.

Sim, terá de fazer um pagamento no valor de 1000€, não reembolsáveis.

Os alunos admitidos podem adiar a sua inscrição por um semestre sem terem de se inscrever novamente, desde que paguem a taxa não reembolsável de 1000€ nas três semanas de que dispõem depois do envio do e-mail de aceitação da Nova SBE para garantir o seu lugar, tendo ainda de informar a escola até dia 15 de novembro. Se não cumprirem este prazo, terão de se candidatar novamente. Os alunos que adiarem o início do programa para setembro de 2020 estarão sujeitos ao pagamento das propinas em vigor para o ano letivo de 2019/2020.

O segundo pagamento deverá ser realizado em dezembro 2019. O terceiro e quarto pagamentos deverão ser pagos em agosto 2020 e dezembro 2020, respectivamente.

Não, mas haverá uma sessão de boas-vindas antes das aulas começarem.

Os alunos admitidos na primavera defendem a dissertação de mestrado final em junho de 2021. A cerimónia de graduação oficial decorre em janeiro de cada ano.

Não. As bolsas de estudo só são atribuídas nas admissões de outono e destinam-se aos alunos que se candidatam em fevereiro/maio. Para mais informações sobre bolsas de estudo, consulte Custos & Bolsas.